5 COISAS QUE VOCÊ NÃO SABIA SOBRE TARAJI P. HENSON

No último domingo, dia 20 de setembro, tivemos um momento marcante para as mulheres negras do mundo inteiro: em 67 anos do Emmy, uma mulher negra venceu o prêmio de melhor atriz em uma série dramática. Viola Davis ganhou o Emmy por sua atuação em "How to Get Away with Murder" e fez um discurso emocionante, homenageando outras negras que ganharam ou disputaram o prêmio.
Mas, o último Emmy também foi marcante porque, pela primeira vez, haviam duas atrizes negras concorrendo este prêmio. A outra atriz era a Taraji P. Henson, que foi indicada por sua atuação em Empire.



Particularmente, acho a Taraji uma D.I.V.A e há muito tempo ela já vem buscando seu espacinho na indústria cinematográfica. Mas, como bem apontou a Viola, o espaço para as mulheres negras é muito restrito.
Aproveitando o destaque dado à Taraji devido ao Emmy e a estreia da segunda temporada de Empire (hoje, na Fox!!!), a gente traduziu um texto da Vogue que ajuda a gente a conhecer um pouquinho mais a Taraji Henson, e dar mais visibilidade a uma mulher negra que vem fazendo uma carreira linda.


Taraji na 1ª temporada de Empire com seu figurino bapho!

O texto foi escrito pela Jessie Heyman e foi publicado antes da cerimônia do Emmy, dia 19 de setembro, então trata como uma possibilidade real que a Taraji ganhasse o prêmio. O que não aconteceu, mas está tudo em casa! Sucesso à diva Viola Davis. Sucesso para nós!


5 COISAS QUE VOCÊ NÃO SABIA SOBRE TARAJI P. HENSON

Enquanto o Empire, da Fox, pode ter sido tratado injustamente nesta edição do Emmy, pelo menos é o que se fala por aí, a intérprete da forte matriarca Cookie, Taraji P. Henson, vem sendo indicada para alguns prêmios.
Sua indicação para melhor atriz em uma série de drama tem um significado maior do que Empire: Se ela ganhar um Emmy no domingo, Henson se tornaria a primeira mulher negra a ganhar o prêmio. O significado deste momento, certamente, é reconhecido por Henson. "Eu tenho que ganhar! Eu tenho que ganhar para a história!", Ela exclamou em uma entrevista em junho. 
Antecedendo a histórica premiação de domingo, aqui estão cinco coisas que você não sabia sobre Taraji P. Henson.

1. Henson não começou a atuar até a faculdade - e só começou depois de falhar nas aulas de cálculo. "Eu realmente não levava a sério [atuar] até a faculdade", disse à Vanity Fair em 2009, depois de ter sido indicada para um Oscar por seu papel em O Curioso Caso de Benjamin Button. "Eu fiz o teste para atriz no ensino médio, não fui aceita, e eu pensei que significava que eu não poderia atuar. Então, eu nunca atuei novamente até que eu não tive sucesso nas aulas de cálculo na faculdade. Eu havia decidido que ia tentar Engenharia Elétrica. Isso pareceu bom... Então, eu falhei, graças a Deus, porque isso me obrigou a estudar o que eu realmente queria, estava atuando".


Henson na Vogue da Itália (2014)

2. Ela teve trabalhar para se sustentar enquanto fazia sua graduação na Universidade de Howard. Henson trabalhou no Pentágono durante o dia, e à noite, ela era uma garçonete que cantava e dançava em um cruzeiro, o Spirit of Washington. Ela também foi empreendedora, e iria vender seu apartamento para investir em um salão de cabeleireiro improvisado. "Oh, sim, eu sabia como agitar e fazer dinheiro", ela disse uma vez à Allure. "Nós costumávamos fazer lavagens nos cabelos. . . Eu comprei um secador de cabelo profissional e eu minha caixa de bobs." (Temos certeza que Cookie aprovaria.)


Taraji em seu segundo filme. Ritmo de um sonho (2005)

3. O segundo filme de Henson, Ritmo de um sonho (2005), em que ela estrelou com Terrence Howard, a atriz foi aclamada pela crítica. O filme de 2005 foi indicado para dois Oscars e ganhou o Oscar de Melhor Canção Original, em que Henson fazia os vocais. Mais tarde, Henson foi convidada a fazer o teste para o papel de Queenie em O Curioso Caso de Bejamin Button (2009), de David Fincher"Eu não vou levar a sério", Henson disse a revista W. "Quero dizer, eles tinham Cate Blanchett e Brad Pitt, por que eles iam me querer? Eu pensei que era uma enrolação, e eu decidi realizar um brechó épico. Eu coloquei manequins. Eu tinha cabeças para perucas. Eu tinha champagne pronto. E então meu agente me ligou e disse: 'Feche a porta da garagem! Fincher quer falar com você.'"

Henson em O curioso caso de Benjamin Button (2009)

4. Sua relação de trabalho com Lee Daniels começou antes Empire. Henson fez o teste para o filme de Daniels, em 2009, Preciosa. "Lee me queria para uma professora elegante em Preciosa", disse ela. "E eu falava: 'Bem, eu quero atuar como a Preciosa - porque esse é o papel principal neste filme'. Lee pensou que eu estava louca. Eu falava: 'Olha, eles transformaram Charlize Theron em um monstro! Eu posso ser esta menina!'. "Quando eu penso nisso agora, vejo que já foi um movimento para chegar até a Cookie."


Revivendo a parceria com o Terrence Howard (2015)

5. Henson colocou uma condição para assinar o contrato para a Empire. Ela disse a Daniels que a única maneira de ela aceitar o papel era se estivesse estrelando ao lado de seu colega de Ritmo de um Sonho, Howard. "Eles vieram até mim, e eu disse: 'A única pessoa com quem vou fazer é com Terrence.'", Henson disse recentemente à Rolling Stone. 
"Cookie e Lucious às vezes se amam e se odeiam na mesma cena. Há uma conexão tácita que não é fingida. Terrence é meu garoto. Então eu disse a Lee, 'Se você pode fazer isso acontecer com Terrence, me chame de volta.'"


Poster da Segunda temporada de Empire. Ai meu coração


Quando vemos a luta de Taraji por melhores oportunidades em sua profissão, comprovamos o que afirmou Viola em seu discurso ao receber o Emmy no domingo: não é possível receber um prêmio por um papel que não existe.  Isso é a prova de que o racismo arranca oportunidades e chances de negros e negras mundo a fora.
Nossa batalha é cotidiana.
Que venha a segunda temporada de Empire e que o elenco brilhe como brilhou na primeira.

Um comentário:

  1. Taraji P. Henson sempre surpreende com os seus papéis, pois se mete de cabeça nas suas atuações e contagia profundamente a todos com as suas emoções. Adoro porque sua atuação não é forçada em absoluto. Suas expressões faciais, movimentos, a maneira como chora, ri, ama, tudo parece puramente genuíno. Éstá impecável no filme Proud Mary. Perssonalmente considero um dos melhores filmes 2018. Más seguramente o êxito de Proud Mary deve-se a participação dela no filme, porque tem muitos fãs que como eu se sentem atraídos por cada estréia cinematográfica que tem o seu nome exibição. Além, acho que a sua participação neste filme de suspense realmente ajudou ao desenvolvimento da história. Ninguém poderia fazer o papel de Taraji melhor do que ela.

    ResponderExcluir