5 DICAS PARA APROVEITAR MELHOR SUA EXPERIÊNCIA NO COUCHSURFING


Férias! Vamos viajar? 

Aqui no Blog já fizemos uma postagem sobre turismo. No post 
6 DICAS PARA FAZER VIAGENS BARATAS: DIVA TAMBÉM VIAJA falamos sobre como viajar gastando menos.

Neste segundo post sobre turismo, resolvi falar sobre Couchsufing. Já tive experiências lindíssimas através do CouchSurfing e fiz amizades maravilhosas!Se você já ouviu falar e não sabe o que é, continue aqui. Vamos ficar por dentro, porque é uma excelente oportunidade de deixar sua viagem mais legal, divertida e barata!


O Couchsurfing  (CS) é uma rede social que faz interliga ponte entre turistas que  precisam  de hospedagem durante uma viagem e pessoas que gostariam de receber esses visitantes. A ideia é interligar pessoas de diferentes lugares do mundo. O site surgiu em 2003 e o couchsurfing.org já tem 4 milhões de usuários.

Não tem nenhuma complicação, e é uma maneira barata e divertida de conhecer outros lugares ou gente do mundo todo. A tradução do termo literalmente é “surfe de sofá”, mas o é muito além do que disponibilizar um lugar para dormir. A ideia do projeto é integrar as pessoas e aproximá-las e não ser um "hotel gratuito". É uma forma de ampliar as relações humanas. Hoje já existem ramificações dele com grupos no Facebook específicos para mulheres, estudantes, mulheres negras. Não colocarei o link deles aqui porque alguns são secretos, por questão de segurança. Mas, converse com as amigues. Certamente, alguma delas te indicará.

O objetivo é proporcionar vivências intensas ao novo amigo baseadas na experiência do seu anfitrião, que deve servir como guia informal. É sempre bom conhecer o lugar a partir da perspectiva de quem vive na cidade.

Se você ainda tem dúvidas, dá uma lida nas principais perguntas que temos sobre o CouchSurfing.

1. Como garantir minha segurança no CouchSurfing?

Especialmente para mulheres, esta é uma questão fundamental. Lógico que não é 100¢ seguro especialmente porque vivemos em um mundo muito machista e violento, mas há formas de minimizar os riscos. É fundamental checar o perfil de quem oferece ou pede hospedagem, especialmente verificar as referências. Se informe também sobre questões de diferenças de cultura, aspectos religiosos, além das recomendações gerais relacionadas à segurança de cada lugar. No site do Couchsurfing há mecanismos de dar e fazer avaliações para saber sobre a pessoa. Quando puder, faça avaliações de quem você recebeu ou quem te recebeu. Isso ajuda outras pessoas a se sentirem seguras na plataforma. 

Por isso, é importante se cadastrar no site, mesmo que você tenha feito contato com as pessoas através do Facebook, por exemplo. Se você se sentir insegura, ameaçada ou em qualquer situação de perigo, contate as autoridades locais, como polícia ou serviços de emergência.

2. Como posso escolher onde ficar, ou quem vou receber na minha casa?

Apesar de o processo ser simples porque é só enviar o convite e esperar ser aceito, é bom sempre conversar com a pessoa antes. Conhecer bem a pessoa é fundamental para evitar ter que conviver com alguém que você não tem nenhuma afinidade. Você está viajando para se divertir, não se aborrecer.

A amada Bianca me recebeu duas vezes em Londres. Neste dia, saiu comigo para as compras (2016)

3. Como me cadastro no CouchSurfing?

Ao entrar no site do couchSurfing.org, você deve preencher seu perfil de forma mais detalhada possível para que as pessoas se disponham a te aceitar. Se possível, preencha em inglês. Dê detalhes sobre gostos alimentares, hábitos de viagens, religiosos.
Também é importante ter referências. Para isso, peça que amigos façam avaliação sobre você e falem um pouco como é a convivência com você.pode ser mais difícil que as pessoas te aceitem na casa delas, já que você não tem referências. 

 Família que me hospedou em Havana (Cuba). Amores!

4. Alguma dica pra me hospedar na casa de alguém?

Se você já escolheu a casa, foi aceita pegue as informações de endereço colhida a casa, pegue o endereço, orientações de como chegar e o telefone da pessoa. Não guarde essas informações apenas eletronicamente. Celular pode ser roubado, acabar a bateria... Já perdi um CS em Roma porque meu celular travou e eu não consegui entrar em contato com a pessoa! Informe dia e hora da chegada. e as informações sobre como chegar do aeroporto ou rodoviária até lá. 

Para ser um bom hóspede é fundamental se adaptar aos hábitos de quem te hospeda. Não deixe sua bagunça espalhada, respeite os horários e hábitos. Se puder, ajude com a limpeza. Costumo levar um presente da minha cidade para quem me recebe. Uma lembrancinha, como um doce ou algo típico do Brasil. 

Kat, querida amiga cubana que me recebeu na sua casa (2016)

5. Alguma dica me hospedar alguém na minha casa?

Primeiro lugar: Não cobre! O CS são é um serviço. É uma forma de aproximar as pessoas de forma solidária. Se alguém te cobrar, denuncie no site do CS. Se você precisar dividir alguma conta com quem vai hospedar, fale isso claramente e pense se você realmente pode hospedar alguém.

Passe todos os detalhes de endereço, ponto de referência e telefones de contato para quem você vai hospedar. Ajude com informações sobre horários de ônibus e funcionamento do comércio local.

Deixe as regras de funcionamento da casa bem explícitas. O combinado não sai caro! Fale sobre os hábitos de limpeza, fumo, horários, barulho.

Se puder emprestar lençol e toalha pro teu hóspede é legal, afinal a maioria das pessoas viajam com o mínimo de peso possível. Se sentir confiança, deixe uma cópia da chave com o teu hóspede, assim vocês não ficam reféns um do outro. 

Por último, tente reservar um tempo para turistar com ele ou ela, ao menos tomar um café. Aproveite para estabelecer novos vínculos e amizades! Tem lugar na nossa cidade que só quem mora conhece. Normalmente, são lugares mais baratos e que o turista vai conhecer a vida na cidade. 


Esta tabela abaixo tem algumas outras dicas. Ela foi publicada pelo www.mochilaotrips.com e é bem bacana!



E você, tem alguma experiência de CouchSurfing para contar?
Comente! Compartilhe!

0 comentários:

Postar um comentário